Atenção!


Aviso: Este Blog só trabalha na divulgação de material freeware, demo, trial e similares. Indicamos inúmeras ferramentas, sites ou blogs ligados ao assunto concurso público. A intenção do blog é apenas ajudar você a estudar e atingir seus objetivos.
Não vendemos absolutamente nada.
.
Não enviamos nenhum material por e-mail.

Não encontrou o que procurava? Pesquise!



segunda-feira, 14 de abril de 2008

Mais textos para treino de digitação!

Aos que irão fazer a prova de digitação do TJ-SP 36 vagas.

Seguem mais textos para treinamento.

Agradecimentos ao pessoal do fórum PCI, que são sempre muito unidos e cordiais!

Texto 1:

Dois hectares e meio de plantação de coca e um laboratório para o preparo de cocaína foram localizados na Amazônia, em operação realizada na sexta-feira (14) entre o Comando Militar da Amazônia e a Polícia Civil do Amazonas.
De acordo com informações da Polícia Civil, imagens de satélite localizaram a área onde a planta era cultivada e refinada, próxima à fronteira do Brasil com o Peru.
No local, foram encontrados diversos materiais e equipamentos para o processamento das folhas, como 40 litros de ácido sulfúrico, dez quilos de cal, um saco de cimento e amônia.
Durante a operação, foram utilizados três helicópteros do Exército e embarcações para chegar ao local, próximo à margem do rio Javari.
Segundo as investigações, as lavouras são encomendadas por cartéis de narcotraficantes aos agricultores ribeirinhos peruanos, colombianos e brasileiros, que moram na região. As plantações são divididas em pequenos lotes para escapar da vigilância dos satélites.
A produção de folhas colhidas é comprada por valores que variam entre R$ 3 mil e R$ 6 mil, conforme a quantidade produzida, ainda segundo a Polícia Civil.
Ninguém foi preso, mas as investigações prosseguem e os policiais civis e os militares vão permanecer na região para tentar identificar os responsáveis e descobrir se há outros locais próximos servindo para o cultivo de coca.
Duas possíveis pistas de pouso clandestino também foram localizadas nas proximidades do laboratório e, caso sejam confirmadas como área para pouso ilegal de aeronaves, serão destruídas. As equipes também vão destruir as plantações encontradas.

Texto 2:

A primavera se antecipou cinco dias nas regiões de florestas da Europa e da Ásia, de acordo uma equipe de cientistas que consideram o fenômeno mais uma confirmação da mudança climática. Com a ajuda de satélites, pesquisadores da França, Inglaterra, Japão e Rússia cartografaram com precisão e em grande escala o momento da aparição das folhas das florestas do hemisfério norte. Segundo comunicado do Centro Nacional para a Pesquisa Científica da França , a equipe evidenciou um avanço da floração e renovação das folhas, muito drástico entre 1987 e 1990, em função do aumento da temperatura na primavera desde 1921. Comparando os resultados com estudos anteriores sobre uma extensa área dos dois continentes, os investigadores traçaram a evolução da floração ao longo do século XX. Esses trabalhos, publicados na edição de março da revista "Global Change Biology" permitem medir as conseqüências da mudança climática nas florestas, segundo o instituto francês. Antes de 1982, as variações na época de floração eram medidas a partir de dados meteorológicos e observações do terreno, que representavam dados imprecisos e de baixa resolução. Em 1982, começaram as observações espaciais, e desde então numerosos trabalhos baseados nestas técnicas mostraram que as folhas das florestas das regiões boreais tiveram tendência a aparecer cada vez mais cedo. Segundo o instituto francês, o estudo mostra uma antecipação na floração de cinco dias e meio, desde 1982 até agora, embora as variações anuais não sejam lineais no tempo nem homogêneas em toda a região. As mudanças foram notadas especialmente na Sibéria central, em função de dois fenômenos: uma temperatura especialmente elevada nos anos 90 que fez com que as folhas fossem as mais precoces desde 1921, e primaveras especialmente frias em 1983 e 1984.

Texto 3:

O senador pelo Arizona John McCain, candidato republicano à Casa Branca, e o vice-presidente dos EUA Dick Cheney realizaram visitas separadas ao Iraque nesta segunda-feira. As visitas ocorrem a dois dias do aniversário de cinco anos da invasão dos EUA no país.
McCain ressaltou a importância de manter o compromisso norte-americano no Iraque, em conversa com o primeiro-ministro Nouri al Maliki. Pouco depois, Cheney também encontrou-se com Al Maliki para discutir as atuais relações entre os países.
O pré-candidato republicano McCain alertou que a operação militar conjunta entre os países para a retirada da rede terrorista Al Qaeda de seu último refúgio urbano em Mossul, a 360 quilômetros a norte de Bagdá, será "difícil e importante".
McCain declarou aos repórteres que também conversou com líderes xiitas sobre a necessidade de progresso nas reformas políticas, incluindo leis eleitorais e uma distribuição mais justa das riquezas obtidas com o petróleo. Ele afirmou também que discutiu a situação da segurança em Bagdá com os oficiais do Iraque.
No domingo (16), em visita à Província de Anbar, McCain visitou um mercado de rua e respondeu perguntas sobre a corrida presidencial norte-americana e sobre a política para o Iraque, às vésperas do aniversário de cinco anos da guerra. Um dos vendedores questionou se o candidato voltaria ao país. "Nós voltaremos se eu ganhar", respondeu.
Na agenda de domingo, McCain encontrou-se também com o ex-primeiro-ministro Barham Saleh e disse que planeja conversar com o general norte-americano David Petraeus, comandante das tropas dos Estados Unidos no Iraque. As informações foram divulgadas pela embaixada norte-americana no Iraque, que não divulgou maiores detalhes por motivo de segurança.
Antes de deixar os EUA, McCain afirmou que sua viagem pelo Oriente Médio e Europa visaria "conhecer os fatos e realidades locais", e não dar destaque à sua campanha na mídia. Nos planos de viagem, McCain deverá passar ainda por Israel, Reino Unido e França.

Boa sorte!!

Nenhum comentário:

Últimas notícias sobre concursos

Loading...